Início

Quem somos

Nossa essência

Qualidade

Análises

Engenharia

Soluções

Clientes

Downloads

Localização

RH

Fale conosco

Dicas

Socioambiental

Mapa do site

Como você pode ajudar o planeta >> Sacolas plásticas: Como parar de usá-las?

 

Sacolas plásticas: Como parar de usá-las?

Por Rodrigo Donha

Gerente da Qualidade e Sustentabilidade Labortechnic

 

Um dia desses, estava eu na fila do caixa do Mercado de Frutas perto de casa e presenciei uma cena que me fez escrever esse artigo. Um senhor estava com umas 15 "sacolinhas" de frutas (sacos plásticos transparentes que usamos para pesar as frutas). Ele então, passando pelo caixa, embalou aquelas "sacolinhas", uma a uma, em mais uma sacola, mas agora uma com alça de cor amarela. Então pensei: “Cara, por que tanta sacola?”

 

Sei como é difícil deixar de usá-las. Eu, como todo consumidor brasileiro nascido na década de 70, sempre convivi com o uso dessas “sacolinhas”. Parece-me normal o seu uso. Na época da faculdade, morando em república de estudantes, verifiquei que o uso das “sacolinhas” como invólucro de lixo produzido por nós era muito menor do que nós trazíamos para casa em nossas compras. Isso foi notado principalmente no término da faculdade quando tivemos de desfazer a república, em que nos vimos ao meio de centenas e centenas dessas ”sacolinhas” estocadas no banheirinho de empregada (que servira de depósito de tralhas) durante anos.

 

 

Em países em que a cultura do 3R encontra-se enraizada na população, o uso de sacolas plásticas descartáveis encontra-se em desuso. Principalmente porque, se você quiser usá-las, tem que comprar do supermercado. Dessa forma, inibi-se o uso desnecessário e exagerado. Nestes países, o uso de sacolas de pano, também conhecidas como "ecobags", é muito grande. E por que no Brasil isso não é empregado? Por que não podemos usar sacolas de pano como os alemães, por exemplo? Será que teremos que esperar as lojas começarem a cobrar por suas sacolas?

 

Já faz dois anos que utilizo as "ecobags" em minhas compras. Confesso que no começo foi difícil me adequar a essa nova rotina. Sempre me esquecia de pegá-las quando ia ao mercado. Ou quando estava dentro do mercado, percebia que as havia deixado no carro. Mas de repente, quando menos percebi, já estava com elas debaixo do braço. Hoje, tenho algumas no porta-malas do meu carro, na gaveta da lavanderia da minha casa e até uma na bolsa do meu Laptop. Dessa maneira passei a levar as sacolas de pano como algo realmente sério. Isso, atrelado a coleta seletiva existente no meu prédio e, o tratamento do lixo orgânico que realizo na varanda do meu apartamento, quase não produzo lixo não-reciclável.

 

Mas perguntará você, e o lixo não-reciclável? Como você embala para o lixeiro levar? Muito simples, utilizo as sacolas plásticas transparentes para isso (aquelas mesmo, usadas para as frutas).

 

Não venho por meio desse artigo, abolir o uso completo das sacolas descartáveis, mas sim pregar a diminuição drástica do seu consumo. Já que temos uma forma mais ecológica de transportarmos nossas compras, por que não fazemos? Temos que começar a pensar em nossas atitudes, a fim de garantir um presente sustentável e um futuro com recursos. Devemos nos lembrar que são as pequenas escolhas diárias que farão a diferença para o nosso presente e futuro.

 

                                                                                                                                                                                                                         

Rua Paulo de Avelar, 520 - Vila Dom Pedro II - São Paulo-SP Cep 02243-010 - Fones: (11) 2261-2527 / (11) 2952-4799 - analises@labortechnic.com.br

© Labortechnic Tecnologia 2014 - Todos os Direitos Reservados